segunda-feira, 14 de julho de 2014

O processo de criação de uma capa de revista

Atualmente, estou gostando muito de misturar a precisão de desenhos vetoriais com alguns brushes empregados em traços mais soltos e espontâneos que costumam ser obtidos no Photoshop quando se rabisca sem pensar ou planejar demais. Isso pode ser visto, por exemplo, na capa da edição de julho da Revista A TURMA.


Para expor alguns detalhes da imagem que ilustra essa capa, vou explicar, brevemente, nesta postagem, como mesclei essas técnicas e estilos. Não é nada complicado. Dá um pouco de trabalho, mas o resultado compensa.

Depois de fazer uma rascunho à lápis, num pedaço de papel, comecei desenhando todo o cenário no Illustrator.




Cada detalhe ficou em uma camada separada, para que eu tivesse mais controle sobre as alterações que poderiam ser necessárias durante o processo. Separados em grupos e camadas diferentes, seria mais fácil inserir os personagens e as texturas quando eu exportasse para o Photoshop. Cada detalhe vetorizado serviu de base para que eu pudesse melhorar no Photoshop.



Os personagens também foram vetorizados no Illustrator para serem finalizados, mais tarde, no Photoshop. Só foram feitas inteiramente no Photoshop as imagens que aparecem nos quadros que estão pendurados na parede do cenário.




Finalmente, durante a diagramação, acrescentei o logo da revista e as chamadas para as matérias da edição.
Anúncio que criei para divulgação da revista.

Para conhecer todas as novidades da edição,
acesse o site da Arquidiocese de Belo Horizonte.


Postar um comentário